Revitalizar as Paróquias

Fotografia Diocese de Vila Real

Reuniu-se ontem, 10 de outubro, o Conselho Pastoral da Diocese de Vila Real para refletir sobre a Instrução “A conversão pastoral da comunidade paroquial a serviço da missão evangelizadora da Igreja” da Congregação para o Clero. A iniciativa foi presidida pelo Bispo Diocesano, D. António Augusto Azevedo, num encontro via internet, devido aos condicionalismos da pandemia, tendo a participação do clero e de leigos.

Segundo o Comunicado na página oficial da Diocese, o encontro teve início com a intervenção de D. António Azevedo. O Prelado começou por salientar “que esta instrução é relevante ser conhecida e debatida, sendo um documento pertinente para fomentarmos uma verdadeira conversão pastoral e missionária com um estilo novo e indo ao encontro da realidade das nossas comunidades paroquiais“.

Na “diocese de Vila Real, identificam-se paróquias também tão diferenciadas entre si: umas rurais, muito desertificadas, com uma população envelhecida e outras mais citadinas onde se faz sentir o peso do desenraizamento ou da crescente mobilidade que trazem consigo falta de sentido de pertença à comunidade“, acrescenta o comunicado, daí a necessidade e revitalização.

Os desafios são grandes e diversificados em ordem à desejada conversão pastoral e os conselheiros, representando os arciprestados, os secretariados e os movimentos presentes na diocese, deixaram alguns: co-responsabilidade laical com envolvimento e participação mais ativa de todos, formação adequada, organização, responsabilização e maior compromisso pessoal, pastoral de conjunto a nível inter-paroquial e preocupação pela sustentabilidade das paróquias e dos respetivos párocos“.

Contudo, a revitalização só se concretizará se todos os agentes, clero e leigos, a desejarem e se empenharem “renovando o sentido de pertença à comunidade na qual vive e celebra os sacramentos“.

No final do encontro refletiu-se um pouco sobre o diaconado permanente e a sua utilidade, chegando-se à conclusão de que este ministério ordenado tem “pertinência na vida diocesana” e “carece de maior reflexão futura“.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s